sábado, 14 de março de 2015

Desabafos

Sinto-me cansada, esgotada.
Na mente e no coração
E isso se transforma em feridas.
Marcas na alma, que se refletem na pele,
Quando estou em paz,
Elas diminuem, mas quando estou cansada, e estressada, elas aumentam.
Aparecem como feridas abertas
Feridas que afetam a autoestima.
E para sararem, preciso paz.
Paz essa que só consigo sentir quando estou fisicamente só.
Enquanto isso não acontece,
Elas brincam de yoyo, mas sempre deixando restos.
Deixando-me frustrada com suas marcas, deixadas por tamanhas emoções.
Emoções de todos os tipos;
E o que complica mais, e que ninguém as entendem e querem cura-las com remédios químicos.
Quando o único remédio e a paz, paz causada pela liberdade da qual preciso.
Liberdade pra decidir minha vida e fazer o que preciso pra ser feliz,
Fazer o que eu acho que e melhor pra mim, e não o que os outros acham que e melhor.
E para tal liberdade, preciso ter meu próprio canto, minha casa.
Porem o que ninguém vê, e que esta solução, não serve apenas para me curar, mas também para a boa convivência com os demais, evitando conflitos e preservando a saúde emocional de todos.
Já que meus defeitos não são aceitos, e não sabem conviver com eles, a solução e, eu me retirar da zona de conflito.
....O problema e que nem isso querem aceitar. Não querem enxergar que essa e a melhor solução para todos.
Como se eles fossem perfeitos!
Afinal, ninguém e perfeito!
E quando a convivência diária não e possível, o jeito e restringi-la a convivência aleatória com visitas.
Enfim, este e meu desabafo, espero que depois deste entendam e aceitem que esta e uma solução natural e saudável para todos.
                                   Daniela B. Lunardi
                                        02/01/2015
                                         1h e 32 min.